No último mês fora anunciado que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estaria retomando de forma gradual os atendimentos presenciais sem agendamento, portanto, agora em abril já podemos utilizar os serviços espontâneos da Previdência Social sem o agendamento prévio.

          Desde o ano de 2020 com o início da pandemia de COVID-19 e a necessidade de realizar o isolamento social (única forma de combate à doença até a implementação da vacina), o Governo Federal compreendeu a importância de limitar a quantidade de pessoas dentro das agências, sendo assim, estimulou-se o uso da plataforma digital “Meu INSS” e o agendamento para o atendimento presencial.

          De tal forma, o retorno do atendimento espontâneo, como é chamado, volta a acontecer, garantindo serviços como: triagem, autoatendimento orientado em guichê e busca de informações. Contudo, o processo ainda será realizado com as normas de segurança sanitária para evitar aglomerações externas e internas.

          O atendimento espontâneo trata-se então sobre questões de fácil resolução e que muitas vezes não puderam ser atendidos pelos meios digitais ou telefone no caso de o indivíduo não ter conseguido acessar nenhuma das alternativas, restando apenas a opção presencial.

          Entretanto, alguns serviços ainda necessitam do agendamento prévio e inclusive o Instituto incentiva o uso do agendamento para garantir uma melhor organização dos serviços. Além do mais, utilizar os canais digitais e o atendimento por telefone pode gerar a resposta necessária sem precisar comparecer às agências.

          Questões classificadas como “Atendimento Simplificado” (baixa complexidade) e “Atendimentos Específicos” (alta complexidade), ainda devem contar com o agendamento prévio.

          Entende-se como atendimento simplificado: situações de pensão especiais vitalícias; bloqueio/desbloqueio de benefício para empréstimo consignado; alteração do local ou forma de pagamento; retificação de comunicação de acidente do trabalho; devolução de documentos; emissão de extratos, entre outros.

         

Quanto aos serviços específicos, esses seriam: tarefas concluídas com erros na inclusão de documentos ou relatórios; despacho conclusivo divergente da formatação no sistema de benefício; encerramento do benefício por erro do sistema; consulta à consignação administrativa; solicitar a contestação de Nexo Técnico Epidemiológico (NTEP) e; quaisquer erros ou equívocos gerados por meio do sistema do INSS.

          O INSS ainda está mapeando as instituições que estão aptas para abrir e receber o público agora em abril, sendo assim, para ter certeza que a agência de sua cidade está funcionando, é possível acessar o site oficial do Instituto a seguir. Basta encontrar a opção “mapa de agências abertas”, selecionar seu estado e verificar se a mesma está recebendo o público previdenciário: Portal Covid.

          A plataforma Meu INSS não é de difícil utilização, talvez falta apenas um pouco de costume ao uso ou alguém que possa nos auxiliar a princípio no caso de dificuldades.

          Com certeza utilizá-la garante diversas informações resolvidas sem mesmo buscar os meios presenciais, uma vez ela que garante mais de 90 serviços relacionados à previdência social e continua sendo uma aliada para amenizar e agilizar a fila de atendimentos. Além do mais, o telefone 135 também sempre continua sendo uma ótima opção.

          Lembramos que com a digitalização dos serviços e a evolução da tecnologia, utilizar esses meios é algo fundamental não apenas para dessobrecarregar o sistema, mas também para trazer facilitação e conforto para nós que podemos ter nossas dúvidas retiradas sem ao menos sair do conforto de nossos lares.

          Por fim, quer saber mais sobre as últimas notícias relacionadas ao mundo previdenciário e financeiro? Então continue acompanhando as postagens da Solução Crédito Online, pois estamos aqui justamente para informá-lo e ajudá-lo.