Ao início do ano ocorre os reajustes referentes aos benefícios recebidos pelos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), contudo, da mesma forma, também ocorre o reajuste dos valores de contribuição, uma vez que há o aumento dos saldos recebidos pelos aposentados, pensionistas e demais pessoas.

Atualmente, o Regime Geral de Previdência Social conta com dois tipos de segurados: os obrigatórios e facultativos.

Os segurados obrigatórios são os que exercem alguma atividade laboral remunerada e devem obrigatoriamente contribuir à previdência. Alguns desses são: empregados registrados na CLT; empregados domésticos; trabalhadores avulsos; segurados especiais e contribuintes individuais (MEIs e demais autônomos).

Quanto aos empregados facultativos, os mesmos não exercem atividade remunerada, mas a fim de conter os direitos da previdência, contribuem com valores de forma voluntária.

Entretanto, em ambos os casos, existem alíquotas referentes aos valores contribuídos, que tende a ser de 20% sobre o salário, porém, essa é variável dependendo do valor recebido pela pessoa, sendo a alíquota então estipulada entre o salário-mínimo (piso salarial) e o valor máximo do INSS (teto salarial). Ademais, também existem trabalhadores que se enquadram no que conhecemos como baixa renda, em que a taxa de contribuição é de 5%.

Com o aumento do salário-mínimo para R$ 1.212,00 neste ano de 2022, contendo uma porcentagem de aumento de 10,18% de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), a alíquota de contribuição à previdência social está da seguinte forma:

Tabela 1. Alíquota referente à faixa salarial

A fim de ilustrar um pouco mais, caso uma pessoa receba o salário-mínimo em seu trabalho, a alíquota será de 7,5% neste ano de 2022, sendo o valor de contribuição, portanto, R$ 90,90.

Vale lembrar que esta tabela 1 se enquadra aos trabalhadores em regime CLT, empregados domésticos e trabalhadores avulsos. Já no que tange aos demais contribuintes como: MEI, autônomos, trabalhadores rurais e facultativos, as alíquotas serão as seguintes:

Tabela 2. Alíquota referente ao salário dos trabalhadores sem carteira assinada

Estes novos valores de contribuição terão início em fevereiro de 2022, pois o primeiro reajuste salarial ocorreu agora nos pagamentos de janeiro. Além do mais, caso o trabalhador receba aumento referente à promoção ou bônus em seu salário, o valor da contribuição também será reajustado.

Com isto, a Solução Crédito Online compartilha tais informações para que você possa em sua casa realizar os cálculos necessários para efetuar o pagamento da contribuição sem problemas. Apesar de parecer complicado é uma conta bem simples e o pagamento correto irá livrá-lo de diversos transtornos que podem ocorrer junto à Previdência Social, portanto, não deixe de fazer as contas com cuidado.