Chegamos ao mês de outubro. O ano passa tão veloz como nunca antes e é impressionante a velocidade com que tudo passa. Ainda temos alguns meses pela frente antes do término de 2021, porém, não podemos passar por este décimo mês do ano sem falarmos sobre sua importância social.

         O mês de outubro é conhecido internacionalmente como um mês de conscientização, criado da década de 90 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, tendo como foco o incentivo à promoção, compartilhamento e luta contra o câncer de mama. Incentiva-se, portanto, às pessoas procurarem tratamentos, acessar demais informações e, de forma geral, reduzir a taxa de mortalidade desta doença tão desastrosa.

         Segundo dados recentes do Instituo Nacional de Câncer (INCA), estima-se que, após 2018, cerca de 59.700 novos casos de câncer de mama são diagnosticados em todo o Brasil, o que impulsiona a propagação do Outubro Rosa. Ainda de acordo com os números do Instituto, a cada 100 mil mulheres, cerca de 56 desenvolvem tal condição.

         Mais do que levantar dados e realizar campanhas, o Outubro Rosa também é a oportunidade de demonstrar que, infelizmente, esta doença é mais comum do que imaginamos, sendo considerado a segunda neoplastia que mais atinge as mulheres no mundo todo. Portanto, demonstrar que não estão sozinhas e oferecer conforto durante este momento difícil também é uma proposta deste período de incentivo à prevenção.

         O câncer de mama é considerado uma neoplastia maligna que atinge o tecido mamário. Em outras palavras, trata-se de uma mutação genética de alguma célula que acaba por se multiplicar de forma desenfreada, criando outras células anormais. Após a multiplicação, as mesmas agrupam-se e formam tumor ou tumores, que possuem o efeito de crescer em curso rápido ou lento dentro de cada organismo e gerando sequelas que podem levar até mesmo à morte.

         Compreende-se que alguns fatos podem levar ao desenvolvimento do câncer de mama e dentre esses estão: menstruação antes dos 12 anos, não poder gerar filhos, ter engravidado pela primeira vez após os 30 anos, não ter amamentado, realização de reposição hormonal, genética, dentre diversas outras causas. Também se entende que o estilo de vida e fatores ambientais podem influenciar no surgimento desta doença, como por exemplo: obesidade, sedentarismo, consumo exagerado de bebidas alcoólicas e exposição frequente à radiação.

         A importância do Outubro Rosa é justamente também fazer com que as mulheres compreendam a necessidade de realizar exames ao menos uma vez a cada dois anos, após os 40/50 anos de idade, a fim de que, caso encontrada a doença, haja a possibilidade de trata-la ainda no começo e de forma rápida. Casos menos graves podem ser resolvidos por cirurgias simples, enquanto a quadros mais graves, apenas por sessões de radioterapia e quimioterapia, portanto, esta é a importância de descobrir o mais rápido possível.

         O exame realizado para descobrir o Câncer de mama é a Mamografia, mesmo em sua fase inicial, ou seja, sem apresentar qualquer sintoma, pois o exame demonstra a presença de tumores mesmo que ínfimos dentro da mama. No caso do exame do toque, este apenas demonstra quando o câncer já está em estado mais avançado, diminuindo as chances de cura rápida.

         Nos casos médios e mais avançados da doença, as mulheres podem sentir por meio do toque caroços, os quais seriam os tumores que foram desenvolvidos. Entretanto, também há outras formas de perceber o avanço da doença: alteração no formato ou tamanho da mama; pele anormal (semelhante à casca de laranja; feridas no mamilo; coceira frequente na aréola e no mamilo; inversão do mamilo (afundado); vazamento de secreção ou sangue e inchaços ou nódulos na região das axilas.

         Para realizar o toque, o procedimento pode ser feito por um profissional ou até mesmo em casa, para tanto basta efetuar os seguintes passos: 1. levante o braço esquerdo e coloque a mão atrás da cabeça; 2. Com a mão direita, apalpe suavemente a mama esquerda e realize movimentos circulares e movimentos para cima e para baixo; 3. Pressione o mamilo cuidadosamente; 4. repita o processo na outra mama. Para realizar os toques, os dedos das mãos devem estar juntos e esticados. No caso da existência de inchaços ou caroços, o toque irá demonstrar e ao apertar o mamilo, caso saia secreção, o mesmo pode vir a ser um efeito negativo.

         Ademais, também é possível tentar observar diferenças físicas da seguinte forma: 1. Vá em frente ao espelho com os braços caídos e relaxados; 2. Levante os braços e observe novamente; 3. Coloque as mãos na cintura e faça pressão. (Observe os seios em todas as etapas). Neste método é possível observar alterações perceptíveis, como: tamanho, forma, cor das mamas, inchaços, depressões ou saliências na pele e rugosidades.

         A Solução Crédito Online alerta às nossas queridas clientes e as demais mulheres de todo o Brasil que se cuidem e busquem ajuda médica previamente, ou, após reconhecimento dos sintomas, o mais rápido possível, a fim de obter um futuro saudável e de bem estar. Afinal, junte-se a nós nesta causa e também conscientize seus familiares e amigos, buscando juntos um futuro com menos casos e com menos taxas de mortalidade desta doença.