Devido à atual instabilidade financeira no país provocada pelos efeitos negativos da crise de Covid-19 em todo o mundo, O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) realizou o adiantamento do 13º salário, o qual fora realizado em duas parcelas, ainda no meio deste ano de 2021. Porém, a iniciativa de proporcionar um capital extra aos aposentados, pensionistas e demais beneficiários, incitou-se a possibilidade da existência de um 14º ao fim do ano.

O 14º salário é uma proposta criada pelo Senador Paulo Paim, para colaborar com os segurados do INSS e realizar nova movimentação na economia do país, porém é uma discussão que está ocorrendo desde o ano de 2020, uma vez que o 13º também fora adiado, mediante o efeito negativo de coronavírus sobre a economia do país do ano em questão. A proposta nasceu de uma Sugestão Legislativa (SUG) e acabou por transformar-se no Projeto Lei 3657/20, pois ganhou forte comoção e apoio popular.

Mas apesar da não aplicação deste benefício adicional no ano de 2020, a proposta mantém-se ainda em 2021 e gera expectativa a todos os segurados. Assim sendo, será que é possível que este salário adicional ocorra? Infelizmente, talvez não aconteça e iremos agora explicar o porquê.

Para que a medida seja efetuada, além do apoio popular, é necessário que este apoio também aconteça no âmbito parlamentar, o que não ocorreu, haja vista o fato de que o adiantamento do 13º salário já proporcionou o gasto de aproximadamente 50 bilhões de reais aos cofres da Nação. Sendo assim, esta nova medida resultaria em um valor semelhante, sendo considerado um custo muito alto. De tal forma, o Projeto não lei não foi levado à continuidade, mas também não está totalmente fora de cogitação.

O projeto lei ainda sofre algumas modificações principalmente quanto à questão valores, em que enquanto na proposta de Paim não haveria um limite, o Deputado Pompeo de Mattos apoia o pagamento, mas entende que deve haver um limite de recebimento. De tal forma, mesmo que uma pessoa receba 4 mil reais de benefício, o máximo que receberia como 14º seria equivalente à 2 salários mínimos. Por sua vez compreenderíamos este dinheiro extra não como uma vantagem, mas como uma ajuda humanitária.

Os segurados que possuem o direito de recebimento e os que não possuem serão expostos a seguir. Beneficiados: aposentados, pensionistas, beneficiários do auxílio doença, auxílio reclusão e auxílio creche; Não beneficiados: BPC – Benefício de Prestação Continuada, pensão mensal vitalícia, auxílio suplementar por acidente de trabalho e amparo previdenciário por invalidez do trabalhador rural.

A grande questão envolvida na possibilidade deste projeto é que, adiar o 13º como foi feito colaborou com milhares de brasileiros segurados em todo o país, porém, o que muitos acreditam ser um bônus natalino, na verdade trata-se de uma complementação dos meses que possuem 5 semanas, portanto, como são trabalhadas e fazem parte do calendário profissional/previdenciário, estas semanas são agrupadas e se é criado um 13º mês. De tal forma, sim, o 13º foi um mês trabalhado dentro de todo ano.

Simule seu empréstimo consignado

De quanto você precisa?

Escolha um prazo:


Valor da Parcela:


Esta simulação é para aposentados e pensionistas do INSS. Para uma análise detalhada ou outras opções de valores e convênios, clique aqui, e envie sua proposta que nossos consultores entrarão em contato.


Tendo em mente este conhecimento, surge a proposta do 14º salário, para realmente se tratar de uma bonificação ou uma proposta de auxílio aos segurados neste período de crise sanitária e econômica. Porém, uma vez em que há o pagamento de auxílio emergencial e demais auxílios do Governo Federal, a criação de mais uma modalidade como esta poderia ser um movimento hostil aos cofres do país.

Todavia, apesar de enfrentar muitos obstáculos outras propostas embasadas neste projeto lei também surgem a fim de fazer com que a mesma possa ser estipulada. No dia 28 de junho, portanto, houve um parecer favorável da Deputada do PDT/GO e relatora Flávia Moraes, entretanto ainda é cedo para afirmar a aplicação ou não do 14º salário.

O que resta a nós, portanto, caros leitores, é termos usufruído do adiantar do 13º salário e, caso seja preciso para pagamentos de demais dívidas, realização de compras de objetos, móveis e imóveis e dentre tantas outras situações, a resposta positiva seria realizar o empréstimo consignado para complementação do valor necessário, com transparência e taxas de juros acessíveis a nós consumidores.

Para que isso ocorra, conheça a Solução Crédito Online e consulte as melhores possibilidades de um empréstimo consignado que se enquadra perfeitamente ao seu perfil. E vale lembrar, pode ser feito de forma 100% segura e online.