Você já ouviu falar sobre prova de vida digital? O Instituto de Previdência de Feira de Santana (IPFS), graças à tecnologia, recadastrou com sucesso cerca de 77% de aposentados e pensionistas que não haviam realizado o procedimento anteriormente.

         A fim de recordar, a prova de vida deve ser realizada todos os anos pelos beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para comprovar que não há fraudes nos pagamentos aos aposentados e pensionistas da previdência social brasileira.

         Contudo, durante o período de pandemia e com exceção do primeiro semestre de 2021, a prova de vida esteve suspensa e sem obrigatoriedade, uma vez que o público idoso e com comorbidades fora o mais atingido pelo coronavírus.

         Apesar da obrigatoriedade ainda estar suspensa, muitos têm realizado as provas de vida em atraso desde já, não aguardando o cronograma de 2022 que estará sobrecarregado, sendo assim, algumas autoridades como do Instituto de Feira de Santana realizaram uma movimentação para efetuar a prova de vida dos beneficiários da cidade, porém, utilizando-se da tecnologia disposta pela plataforma Meu INSS.

         Esta plataforma, além da prova de vida digital, realiza solicitações, disponibiliza informações, apresenta extratos, marca atendimentos e muitas outras opções relacionadas à previdência social.

         O presidente do Instituto de Feira de Santana utilizou a bancada dos vereadores da cidade para afirmar que apesar do momento atípico, tecnologias fundamentais para a evolução humana têm surgido, otimizando serviços e tornando-os mais práticos visando o bem-estar da população. No caso da cidade, houve o recadastramento de 2.700 beneficiários dos 3.500 existentes, ou seja, um percentual de 77%.

         De acordo com o presidente, Nau Santana, haverá uma escala para efetuação da porcentagem restante, não havendo motivos para preocupação. Ainda, o mesmo ressaltou a importância da tecnologia para realização do procedimento, sendo que os beneficiários nem ao menos precisaram sair de casa para efetuar a prova de vida digital.

         Ressalta-se que para que essa possa ser realizada pelo aplicativo, é necessário cadastro prévio na plataforma Meu INSS e também conter os dados digitais no banco de dados do Governo Federal, seja por meio do título de eleitor ou CNH, pois assim há o registro da biometria no sistema.

Simule seu empréstimo consignado

De quanto você precisa?

Escolha um prazo:


Valor da Parcela:


Esta simulação é para aposentados e pensionistas do INSS. Para uma análise detalhada ou outras opções de valores e convênios, clique aqui, e envie sua proposta que nossos consultores entrarão em contato.


         Tendo em vista que o beneficiário possua seus dados no banco de dados do Governo e já fora realizado o cadastro na plataforma Meu INSS, para efetuar a prova de vida digital basta efetuar os passos a seguir:

1.    Acesse a plataforma meu INSS por meio do aplicativo ou site;

2.    Encontre a opção autorizações e permita que o aplicativo tenha acesso aos seus dados e possa utilizar a câmera de seu dispositivo para realizar o procedimento;

3.    Insira os dados de sua CNH ou RG para dar continuidade;

4.    Leia o passo a passo disponibilizado na tela e realize a biometria facial. Não se esqueça de posicionar bem o rosto dentro do círculo;

5.    Por fim, dê “ok” após a mensagem de validação.

         Bem simples não é mesmo?

         O INSS ainda neste ano de 2021 oficializou que irá remodelar as datas de efetuação da prova de vida, sendo que as mesmas deverão ser realizadas a partir de 2022 no mês de aniversário do beneficiário.

         Apesar de controlada a pandemia atual de COVID-19 no Brasil, a Solução Crédito Online propõe que os beneficiários realizem a prova de vida digital, evitando aglomerações e a possibilidade de adquirir o vírus. Devemos focar em nossa saúde e utilizar as oportunidades que nos é apresentada e que facilitam nossas vidas.